Eu já tive pressa. Muita mesmo. Hoje não tenho mais tanta pressa pra absolutamente nada.

Sabe a diferença daquela época para hoje?

Meu sono é melhor, minha cabeça se mantém ocupada com o agora, em que eu posso fazer para melhorar meu hoje.

As coisas não aconteciam porque eu tinha apressado as coisas…

Porque as coisas acontecem quando elas têm que acontecer. No Tempo divino. No tempo em que estivermos preparados para receber.

A minha pressão não acelerava as coisas, apenas acelerava a mim mesma e atordoava e tumultuava tudo.

Quando comecei a entender que não adiantaria viver em cabo de guerra com o Universo e acelerando o próprio Tempo, quando entendi que não importava muito a minha vontade nesses momentos, que o que é para ser, será de qualquer jeito, então comecei a me livrar dos pesos desnecessários.

E a pressa pesa muito!

Pior ainda é quando a pressa passa despercebida… Sinal que não estamos dando a devida importância aos nossos momentos, aos nossos dias.

Relaxe!

Nada está parado.

Tudo está em movimento o tempo todo.

Permita-se sentir esse movimento, deixar o fluxo te levar.

Nada que é nosso erra o caminho até nós!

A pressa não encurta esse caminho, apenas o torna mais penoso.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Bruna Stamato
"Mãe, mulher, geminiana, maluca e uma eterna sonhadora!"