Escritora que acusou Padre Marcelo Rossi de plágio, se deu mal, tem mandato de prisão expedido, e está sendo processada por vários crimes!

Padre Marcelo Rossi teve seus dias de glória com muita exposição na mídia nos anos 90, de lá pra cá muita coisa mudou, ele sofreu muito com doenças e teve que passar por inúmeras provações!

Uma delas foi em 2011. Quando foi acusado de ter plagiado um poema da escritora Isaura Garcia de Carvalho Mendes. O processo se estendeu, a investigação foi realizada e a justiça finalmente foi feita!

Quem anda ao lado de Deus nunca fica desprotegido, não mesmo?

Não é bem assim não!

Nessa vida somos testados a todo momento. Jesus foi o exemplo maior disso! Morreu sofrendo a injustiça dos homens, e Padre Marcelo, de maneira diferente, também sentiu na pele a dor de ser injustiçado!

O livro apontado pela escritora é “Ágape”, palavra grega que significa amor fraternal. Isaura afirmou que o padre usou parte de um poema dela sem os devidos créditos, e atribui a autoria a Madre Tereza de Calcutá!

A obra foi um fenômeno de vendas, bateu a marca de 10 milhões de exemplares vendidos até abril desse ano quando teve as vendas interrompidas devido a investigação de plágio!

Isaura enviou a editora do livro uma cópia do registro do poema na biblioteca nacional, e a editora acreditou no documento, em um acordo extrajudicial, ofereceu a quantia de 25 mil reais como indenização.

Mas a escritora ainda não estava satisfeita e queria mais!

No ano passado ela entrou com uma ação na justiça e uma queixa crime contra o Padre e a editora, e em abril desse ano um desembargador conseguiu impedir as vendas do livro.

Mas ainda era pouco para Isaura, ela queria muito mais, muito mais!

Seu pedido de indenização foi de nada mais nada menos que R$ 51.639.999,93 reais, para ser bem exata! Mais de 51 milhões de reais!

Mas a policia desconfiou, investigou e descobriu que o documento apresentado por Isaura era falso, e que não existiam registros daquele poema na biblioteca nacional.

Foi aí que a justiça divina caiu sobre a terra e a justiça dos homens pode desmascarar e parar uma estelionatária profissional!

Ela caiu lá do alto da torre da maldade que ela mesma construiu!

A polícia também descobriu na casa dela muitas provas de que ela registrava textos de autoria desconhecida para depois pedir indenização por plágio!

Toda a avariarão foi filmada e exibida pela equipe de reportagem do Fantástico! Ou seja, ela foi desmascarada em rede nacional.

Mesmo com todas as provas apresentadas, Isaura não confessou os crimes, mas foi presa junto com as duas advogados que a acompanharam no depoimento.

Elas foram acusadas de estelionato, denunciação caluniosa, formação de quadrilha, e uso de documento falso, as três vão responder ao processo em liberdade.

Padre Marcelo Rossi não quis se expor e comentar o assunto. A única coisa que disse foi: “Eu já a perdoei!”

Afinal, a maldade só atinge aquele que não sabe perdoar!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!