Chamado de Neuralink, Musk agora recruta um diretor para alinhar os testes clínicos em humanos.

De acordo com Elon Musk, os chips implantados podem permitir que pessoas paralisadas andem e já foram testados em um macaco e em um porco.

Agora, a startup de chips cerebrais do empresário bilionário Elon Musk está se preparando para lançar testes clínicos em humanos, como informou o The Guardian.

Musk, que cofundou a Neuralink em 2016, prometeu que a tecnologia “permitirá que alguém com paralisia use um smartphone com a mente mais rápido do que alguém usando os polegares”.

A empresa do Vale do Silício, que já implantou com sucesso chips de inteligência artificial nos cérebros de um macaco chamado Pager e de uma porca chamada Gertrude, agora está recrutando um “diretor de ensaios clínicos” para realizar testes da tecnologia em humanos.

“Como diretor de ensaios clínicos, você trabalhará em estreita colaboração com alguns dos médicos e engenheiros mais inovadores, além de trabalhar com os primeiros participantes de ensaios clínicos da Neuralink”, diz o anúncio para o cargo em Fremont, Califórnia.

“Você liderará e ajudará a construir a equipe responsável por viabilizar as atividades de pesquisa clínica da Neuralink e desenvolver as interações regulatórias que acompanham um ambiente acelerado e em constante evolução.”

Musk, a pessoa mais rica do mundo, tem uma fortuna estimada em US$ 256 bilhões, e disse no mês passado estar cautelosamente otimista de que os implantes podem permitir que pessoas tetraplégicas andem.

“Esperamos ter isso em nossos primeiros humanos, que serão pessoas com lesões graves na medula espinhal, como tetraplégicos, tetraplégicos, no próximo ano, aguardando aprovação da FDA [Food and Drug Administration]”, disse ele à cúpula do Conselho de CEOs do Wall Street Journal.

“Acho que temos uma chance com o Neuralink de restaurar a funcionalidade do corpo inteiro para alguém que tenha uma lesão na medula espinhal. O Neuralink está funcionando bem em macacos, e na verdade estamos fazendo muitos testes e apenas confirmando que é muito seguro e confiável e que o dispositivo Neuralink pode ser removido com segurança.”

Promessas exageradas

No entanto, Musk tem um histórico de promessas exageradas sobre a velocidade do desenvolvimento da empresa. Em 2019, ele previu que o dispositivo seria implantado em um crânio humano até 2020.

Musk disse que o dispositivo seria “implantado alinhado com o crânio e carregado sem fio, para que você pareça e se sinta totalmente normal”.

Ele disse que as pessoas deveriam pensar na tecnologia como semelhante a “substituir neurônios defeituosos/ausentes por circuitos”.

“O progresso vai acelerar quando tivermos dispositivos em humanos (difícil ter conversas sutis com macacos)”, disse ele.

A Neuralink divulgou anteriormente um vídeo de um macaco que foi implantado com o chip jogando o videogame Pong usando apenas sua mente.

A empresa, que conta com a Alphabet, controladora do Google, entre uma série de conhecidos apoiadores do Vale do Silício, também está recrutando um “coordenador de estudo clínico” para ajudar a formar uma equipe de pessoas para conduzir o teste e fazer contato com os reguladores.

Os candidatos são informados de que têm a “oportunidade de mudar o mundo e trabalhar com alguns dos especialistas mais inteligentes e talentosos de diferentes áreas”.

E aí? Quer se candidatar?

*DA REDAÇÃO SAG.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!