Ele morou nas ruas e acaba de conquistar um emprego na NASA

A história desse jovem é realmente inspiradora, ele saiu de Cuba com a mãe para tentar a vida nos EUA, mas os dois foram abandonados por parentes a própria sorte e acabaram tendo que morar nas ruas.

Mas não foi sorte nem milagre que o colocou hoje em um cargo na Nasa, essa verdadeira guinada se deu após muita luta, disciplina e ação positiva diante da vida.

Antonio Macias, de 25 anos, foi de Cuba para Houston, nos EUA, com sua mãe e passou muitas dificuldades. Sem conhecer a língua, demorou cerca de 5 anos para conseguir se comunicar, o imigrante cubano aprendeu inglês, e decidiu que seria alguém na vida, e com profunda determinação concluiu o mestrado, se candidatou a vaga na Nasa e agora vai trabalhar na maior agência espacial do mundo.

A dificuldade da imigração

Muitas famílias tentam cruzar a fronteira dos EUA e sofrem muito nessa travessia, essa também foi a história de mãe e filho que saíram de Cuba, passaram pela Venezuela, Equador e finalmente, em 2015, cruzaram a fronteira do México para chegar aos Estados Unidos.

A mãe do jovem buscava condições melhores de vida para ele e infelizmente, os dois correram muitos riscos para conseguir chegar até o solo americano.

“Se morrermos, morreremos juntos e se formos salvos, seremos salvos juntos. Juntos para tudo, então não vou ficar aqui e você em outro lugar. Juntos!”, disse Milda, mãe de Antonio na época.

Tempos difíceis morando na rua

Depois de conseguirem permissão para entrar nos EUA, mãe e filho chegaram a Houston, no Texas e foram para a casa de um parente.

Nem bem chegaram, eles foram abandonados por este parente em frente ao estacionamento Catholic Charities. A partir daí foram dias vagando pelas ruas, sem saber o que iam comer no dia seguinte.

“Não sabíamos o que íamos fazer, estávamos totalmente perdidos em uma nova cidade, sem dinheiro, sem amigos, também com pouco conhecimento do idioma”, disse Antonio.

Além disso, ele contou que no começo, eles passaram muita fome, por falta de dinheiro.

Felizmente, algum tempo depois, Antonio conseguiu um emprego e, embora não falasse inglês direito e o salário fosse baixo, era o suficiente para conseguir comida para ele e sua mãe. Mas ainda tinham que permanecer nas ruas.

Algum tempo depois, eles conseguiram alugar uma casa e Antonio já se sentia mais seguro com o inglês. Com a fluência no inglês, foi para a Universidade do Texas em Austin, onde se formou com honras e recebeu várias condecorações.

Além disso, ganhou o reconhecimento do governo dos Estados Unidos e várias honrarias pelo excelente trabalho em pesquisas científicas para o universidade.

Emprego na NASA

Graças ao seu magnífico desempenho acadêmico, a NASA ofereceu um emprego em um laboratório especializado em missões e otimização de espaçonaves.

“Realizei meu sonho de trabalhar na NASA. Passei vários dias pensando e isso me deixou muito orgulhoso”.

“Tenho muito orgulho de mim mesmo e da minha mãe porque ela sempre me empurra muito para progredir, para ser melhor e para trazer à tona a melhor versão de mim ”, comemora o jovem.

Agora, o imigrante cubano já está se mudando para Atlanta para fazer um doutorado em ciências aeroespaciais no Instituto de Tecnologia da Geórgia para expandir seu conhecimento na área.

Que orgulho deve ter essa mãe desse filho tão dedicado e persistente!

*DA REDAÇÃO SAG.
Com informações El Hispanico.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!