Ela cansou de ouvir meias verdades, ela não é boba. Também sabe ser boa de briga, sabe mostrar o que quer e sabe dizer o que sente.

Ela não é leva e traz, e também não fica mais quando não quer.

Ela assume, ela também decide e não gosta de revidar.

Ela prefere que a vida se encarregue do justo e necessário sem se prolongar em coisas que, na verdade, já tiveram prazo de validade vencido na alma.

Ela cansou de ouvir mentiras baratas como se fossem ofertas em final de liquidação.

Ela não fala, mas sente, ela não grita e prefere um silêncio ensurdecedor.

Não venha culpá-la ou crucificá-la por todos os pecados do mundo, por todos os erros, por todos os deslizes por todas as coisas que não tiveram solução.

Faltou diálogo, faltou sentar e olhar nos olhos, faltou tato, faltou jeito, faltou respeito, faltou preocupação.

É fácil tirar o corpo fora, é fácil bater a porta e sair sem dizer adeus.

Ela não é nem louca e nem santa, simplesmente cansou de esperar por atitudes verdadeiras.

Mas carrega uma coisa chamada dignidade no peito.

Ao esbarrar com os sentimentos dela sem ter intenção de ficar, é melhor dar meia-volta, e voltar de onde veio.

“Tenho um coração gelado que cansou de se esquentar por pessoas erradas”. Isabela Freitas

“Não importa onde você parou….
Em que momento da vida você cansou…
O que importa é que sempre é possível recomeçar”. Paulo Roberto Gaefke

“E todo mundo sabe que esse sorriso farto de hoje, vem do mesmo rosto que se cansou de chorar”. Kléber Novartes

“O amor não passou, amor, ele cansou. Cansou de bater na porta de um coração que nunca se abre, que está sempre fechado e só está disposto a doar mais um pedaço de gelo”. Izadora Jardim

VISITE O INSTAGRAM DO SEU AMIGO GURU E INSPIRE-SE.

VISITE A FANPAGE DO SEU AMIGO GURU E CONECTE-SE.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Sil Guidorizzi
Sou Paulista, descendente de Italianos. Libriana. Escritora. Cantora. Debruço-me sobre as palavras. Elas causam um efeito devastador em mim. Trazem-me â tona. Fazem-me enxergar a vida por outro prisma. Meu primeiro Livro foi lançado em Fevereiro de 2016. Amor Essência e Seus Encontros pela Editora Penalux. O prefácio foi escrito pelo Poeta e Jornalista Fernando Coelho. A orelha escrita pelo Poeta e jornalista Ivan de Almeida. O básico do viver está no simples que habita em mim.