Deus nos deu dois ouvidos e apenas uma boca. Fale menos e ouça mais!

Sabe aquela pessoa que sempre fala de seu cônjuge? Aquela pessoa que reclama sempre do (a) seu (sua) parceiro (a)? Então, temos que cuidar para não sermos essa pessoa pois isso destruiria qualquer casamento.

Como falamos do nosso cônjuge é tão importante quanto a forma como falamos com o nosso cônjuge. E infelizmente muitas pessoas não percebem isso.

Se você está sempre reclamando do seu cônjuge para as outras pessoas, eu te aconselharia a parar e orar. Nossa relação com o nosso cônjuge não deve ser aberta a todos ao nosso redor.

Deus não quer que você saia por aí falando que o seu cônjuge não fez isso, ou aquilo. É pecado você difamar o seu (sua) esposo (a) e com certeza essa não é a vontade de Deus para o seu relacionamento.

Eu entendo que passamos por muitos desafios e encontramos muitos obstáculos em nosso caminho. Também entendo que o nosso cônjuge muitas vezes nos chateia, machuca e nem mesmo pede perdão.

Também sei que muitas vezes ele (ela) não alcançou as nossas expectativas e nos frustramos diariamente. Mas eu também sei que isso não nos dá o direito de difamar, “falar mal” da pessoa que nós escolhemos para passar o resto da vida.

Essa foi uma escolha sua, minha. Nós sabíamos os defeitos do nosso cônjuge antes de dizer “sim” no altar. Sabíamos também que ele (a) é pecador (a) assim como você e eu.

Eu entendo que as vezes queremos, ou até precisamos conversar sobre algum problema que estamos enfrentando dentro do nosso casamento. Algumas vezes precisamos simplesmente conversar com alguém que não seja o nosso cônjuge.

Mas eu sugiro e encorajo que você escolha uma pessoa para fazer isso. Uma pessoa! Pode ser um amigo, um familiar ou o pastor da sua igreja.

Busque ajuda sim mas não saia por aí contando para todos os problemas que você tem dentro do seu casamento e muito menos fale mal do seu cônjuge.

Deus quer que você ame o (a) seu (sua) esposo (a). Nosso Paid p Céu quer que você perdoe e aprenda a viver com uma pessoa pecadora, que vai errar e falhar muitas, mas muitas vezes ao decorrer da história de vocês dois.

Se você tem problemas com seu cônjuge, converse com seu cônjuge sobre isso. Se você está chateada (o) com alguma coisa que ele (ela) fez, ou talvez não fez, fale com ele (a).

Já ouviram um ditado que diz “roupa suja se lava em casa”? Eu super concordo com isso e acredito que essa também seja a vontade do nosso Senhor.

Não de brecha para o inimigo entrar no seu casamento e destruir tudo, não deixe o inimigo tomar o seu coração e fechar os seus olhos. Deixe que Deus tenha o controle da sua vida e da sua relação conjugal.

Deus nos criou com dois ouvidos e apenas uma boca. Então ouça mais, ouça de verdade e fale menos.

Ouça o que o seu cônjuge tem para dizer, o porque ele (a) age de alguma forma que te magoa tanto e juntos, e talvez com a ajuda de uma terceira pessoa como um pastor, terapeuta ou amigo, juntos vocês tentem resolver as coisas entre vocês e superar mais um de muitos problemas e obstáculos que terão que enfrentar durante toda uma vida.

Confie em Deus e e deixe que Ele te ajude e te guie todos os dias.

Cuide com o que você fala, para quem você fala e como você fala pois isso pode ser um fator importante na união ou separação de duas pessoas que se amam.

*Foto de Hannah Busing no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Danielle Luppi
Mora na Inglaterra, pós-graduada em Fisiologia Humana, adora música e atividade física. Faz de tudo para ter uma dieta saudável, mas não dispensa um delicioso brigadeiro. Ama cachorros, um dia ensolarado e um bom filme. Gosta de cuidar das plantas e cozinhar. Ama sua família e sempre está disposta a ouvir e ajudar as pessoas."Me encanto com o amor de Deus e vibro com cada experiência vivida ao lado de Cristo." - Danielle Luppi Colombari