Deus está nas nossas intuições mais íntimas! Precisamos aprender a ouvir a voz de Deus que vem do coração.

Às vezes não é vulnerabilidade. É descrença, é insuficiência pra buscar o próximo, é menos tempo pra poder estar junto de verdade.

É justamente essa falta de elo que afasta, é essa falta de conversa, que separa.

Às vezes não é só jogar em nosso colo o que parece ser da gente. Não é.

Ninguém mostra a cara, ninguém usa de sinceridade, ninguém se empresta pro outro sem pedir nada em troca.

Às vezes é só cansaço mesmo. É vontade de deixar pra lá e esquecer.

E o que justifica a nossa paz é o reforço em cessar essas batalhas que atrasam a vida feito dilema, feito imposição alheia.

Melhor se juntar e deixar o espaço vago pra quem primeiro pede licença, pra quem primeiro nos olha nos olhos, pra quem primeiro não promete nada, mas já abre uma porta pra gente passar.

Às vezes a gente soma e o saldo fica no negativo. Precisamos parar com isso. Com essa pressa de querer sem antes saber realmente o que podemos encontrar.

Precisamos aprender a ouvir a voz do coração dentro das nossas intuições mais íntimas.

Deus estará lá para nos ajudar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Sil Guidorizzi
Sou Paulista, descendente de Italianos. Libriana. Escritora. Cantora. Debruço-me sobre as palavras. Elas causam um efeito devastador em mim. Trazem-me â tona. Fazem-me enxergar a vida por outro prisma. Meu primeiro Livro foi lançado em Fevereiro de 2016. Amor Essência e Seus Encontros pela Editora Penalux. O prefácio foi escrito pelo Poeta e Jornalista Fernando Coelho. A orelha escrita pelo Poeta e jornalista Ivan de Almeida. O básico do viver está no simples que habita em mim.