Deixemos em paz quem não quer continuar ao nosso lado! Não existe nada pior do que forçar a barra!

Quando somos nós que queremos terminar um relacionamento e estamos convencidos de que não queremos continuar, queremos apenas um caminho de saída livre de obstáculos e um adeus sem grandes consequências.

Embora algumas vezes nosso ego nos faça desfrutar da resistência do outro à nossa decisão, quando queremos nos afastar de alguém, geralmente queremos fazê-lo em paz.

Bem … O mesmo vale para o outro lado

Sabemos que, se não for uma decisão mútua, terminar um relacionamento, ser forçado a fazê-lo, considerando que ainda há muito a dar, pode ser uma bebida muito amarga, que gostaríamos de evitar.

No entanto, isso acontece.

Acontece que as pessoas mudam de interesse, que os sentimentos são enfraquecidos, que a solidão é procurada, que não querem mais estar ao nosso lado, que se apaixonaram por outra pessoa, que se cansou de nós … qualquer coisa que o outro ponto de discussão, Deve ser válido o suficiente para respeitar sua decisão.

Quando decepcionamos muito alguém

A única maneira pela qual podemos justificar de maneira justa obstruir a saída de nossas vidas de alguém que queremos que permaneça ao nosso lado, e com certos limites, é quando sabemos que cometemos um ou mais erros transcendentais que decepcionaram tanto a outra pessoa que ainda nos ama, e por isso eles preferem ir embora.

Nesse caso, devemos oferecer tudo que temos em nossas mãos, sem mentir, sem fazer promessas que não podemos cumprir, reconhecendo um compromisso real de mudar e fazer o necessário para que as coisas sejam encaminhadas de outra maneira.

Caberá à outra pessoa manter sua posição ou reconsiderar. Caso decida ficar, devemos fazer valer a pena.

Nada pior do que reter quem quer ir

Acredite em mim, se alguém realmente quiser sair e ficar, terá preferido sair.

Se o desejo dele for franco e com alguma estratégia conseguirmos que essa pessoa fique ao nosso lado, teremos apenas um rebelde, constantemente avaliando nosso desempenho e constantemente lembrando-nos que ele ficou por nossa insistência, não por sua preferência.

Até pena pode ser um recurso usado, mas realmente queremos que alguém esteja conosco porque inspiramos pena?

Se você responder sim, deixe-me suas informações para que possamos analisar alguns aspectos que o servirão durante toda a sua vida.

A resposta natural é não, não queremos, nem merecemos alguém que permanece em nossas vidas por pena.

Pode demorar um pouco para cobrir algum aspecto em que nos sentimos apoiados por quem decidiu sair, mas vamos adaptá-lo e resolvê-lo.

Ninguém é indispensável na vida de outra pessoa. Nem nós pela vida de alguém, nem essa pessoa em nossa vida.

Se alguém quiser sair, pegue as coisas dele e deixe ir embora em paz … Abra a porta, abençoe o caminho e se prepare para o que vier.

Deixe essa porta permanentemente aberta, quem quiser vir, venha, quem quiser sair, que saia, mas sim, ninguém estará bloqueando a porta.

*Via Sara Espejo – Rincon del Tibet. Tradução e adaptação REDAÇÃO Seu Amigo Guru.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!