Covid: Reino Unido autoriza Pfizer e será o 1º do mundo a vacinar população

O Reino Unido se tornou o primeiro país do mundo a aprovar a vacina Covid-19 da Pfizer e BioNTech, abrindo caminho para que a vacinação comece na próxima semana.

A vacina foi aprovada pelo MHRA, órgão regulador do Reino Unido, nesta quarta-feira, e agora a população será vacinada com previsão pra semana que vem.

Um porta-voz do Departamento de Saúde e Assistência Social disse que a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) aprovou a vacina após “meses de testes clínicos rigorosos e uma análise completa dos dados por especialistas” do regulador.

Ele disse ter concluído que a vacina “atendeu aos rígidos padrões de segurança, qualidade e eficácia”.

“Somos o primeiro país (UK) no mundo a aprovar clinicamente uma vacina, disse o secretário de saúde do Reino Unido, Matt Hancock comemorou.

Esta é uma notícia fantástica. Com isso o sistema de saúde está se preparando.

A partir do início da semana que vem iniciaremos o programa de vacinação de pessoas contra a Covid-19 aqui” disse Hancock.

“Como sabemos por anúncios anteriores, esta vacina é eficaz. O MHRA o aprovou como clinicamente seguro. E nós temos uma vacina, então é uma notícia muito boa”, completou.

No twiter ele publicou: “!A ajuda está a caminho. A MHRA autorizou formalmente a vacina Pfizer / BioNTech para Covid-19. O NHS está pronto para começar a vacinar no início da próxima semana. O Reino Unido é o primeiro país do mundo a ter uma vacina clinicamente aprovada para fornecimento”.

Doses

O Reino Unido encomendou 40 milhões de doses da vacina, o suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas com duas doses, administradas com 21 dias de intervalo.

Espera-se que cerca de 10 milhões de doses estejam disponíveis para uso no Reino Unido nas próximas semanas para grupos prioritários, incluindo profissionais de saúde, com 800.000 doses chegando na próxima semana.

Uma lista de quem receberá a vacina primeiro será divulgada.

Questionado sobre o desafio que representa a necessidade de a vacina ser armazenada em temperatura ultrabaixa, ele disse:

“Esta é uma implementação desafiadora e o NHS em todas as partes do Reino Unido está pronto para fazer isso acontecer. Eles estão acostumados a manipular vacinas e remédios como esse, com esses tipos de condições.”

A primeira ministra escocesa, Nicola Sturgeon, disse que a notícia de que uma vacina foi aprovada para uso no Reino Unido foi a “melhor notícia em muito tempo”.

Será? Perguntam os incrédulos.

Ao decidir vacinar a sua população com a Pfizer, foram tomadas medidas rigorosas. Com certeza, uma nação tão esclarecida quanto o Reino Unido não tomaria uma ação impensada e irresponsável, muito menos colocaria toda a sua população em risco. O Brasil como sempre está, como diz Marcelo D2, “na vanguarda do atraso”.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações SNB, The Guardian

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!