CIDADE ITALIANA DÁ CASAS DE GRAÇA A QUEM SE INTERESSAR EM IR MORAR LÁ, DEPOIS QUE OS PRÉDIOS FORAM ABANDONADOS PELOS MORADORES LOCAIS. UMA DAS CONDIÇÕES É QUE ELAS SEJAM REFORMADAS EM NO MÁXIMO 3 ANOS!

“Não suporto ver este lindo e histórico centro histórico vazio”, diz o prefeito

Outra cidade italiana recorreu a oferecer gratuitamente acomodação em prédios históricos para atrair novos moradores e reviver suas fortunas.

Cammarata, na Sicília, é o destino mais recente para atrair habitantes com a promessa de moradias gratuitas depois que mais de 100 prédios no centro histórico foram abandonados.

Vincenzo Giambrone, prefeito de Cammarata, convenceu ex-proprietários desses edifícios a entregá-los àqueles que podem dar uma nova vida à cidade.

“Não suporto ver este lindo e histórico centro histórico vazio e virar uma ruína”, disse ele à CNN Travel. “Me machuca.”

Até agora, existem cerca de 12 casas vazias em disputa, com Giambrone esperando adicionar mais em um futuro próximo.

No entanto, como em esquemas semelhantes, existem algumas condições;

Os possíveis proprietários devem concordar em renovar sua nova casa dentro de três anos e apresentar um plano completo de como vão reformar a propriedade.

Também é necessário um depósito de € 5.000, retornável após a conclusão das obras.

A cidade em si é composta de casas de pedra em tons de vermelho, cercadas por campos verdejantes, com vistas imbatíveis para o dramático Monte Etna, um vulcão ativo.

Cammarata se orgulha de sua hospitalidade, de acordo com Giambrone, o que significa que os novos residentes devem receber calorosamente as boas-vindas:

“Visitantes e convidados vêm primeiro, mesmo antes de nossa própria família.

“Os recém-chegados desencadeiam mudanças, inovação, novas idEias. Eles renovam a economia local e podem começar uma revolução.”

O esquema priorizará os candidatos que são jovens casais com filhos; quem tiver filhos depois de se mudar para Cammarata receberá um bônus de € 1.000. As casas podem ser visualizadas no site da cidade.

Cammarata está longe de ser a primeira cidade italiana a combater a questão de uma população em declínio e envelhecimento.

O esquema Case a 1 Euro visa revitalizar aldeias italianas POUCO VISITADAS e incentivar os moradores a voltar após um êxodo para as áreas urbanas.

Zungoli, na região da Campânia, no sul da Itália, e Mussomeli, na Sicília, juntaram-se a várias outras vilas e cidades do país em abril de 2019, quando ambas começaram a oferecer casas em ruínas por € 1.

Como em Cammarata, os proprietários precisam se comprometer em reformar as casas nos três anos a partir da data da compra.

Em janeiro, as casas na cidade siciliana de Sambuca também foram vendidas por apenas 1 euro, com a condição de que os novos proprietários investissem 15.000 euros (12.962 libras) na reforma de sua nova casa dentro de três anos.

*Tradução e adaptação REDAÇÃO Seu Amigo Guru
*Fonte: Independent

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!