CASAIS FELIZES E PRÓSPEROS SÃO AQUELES QUE SE ADMIRAM E SE RESPEITAM ! Existe fórmula para um relacionamento ser feliz e próspero?

Provavelmente você já ouviu esta frase: “Os opostos se atraem.” Apostar nas diferenças entre as pessoas como forma de atração até pode ser comum, mas em alguns casais, as diferenças são avassaladoras ao longo do tempo e levam o relacionamento ao abismo.

Outros apostam em encontrar alguém semelhante em gostos e hábitos, isso pode funcionar muito bem para alguns casais, mas ao longo do tempo pode também causar dificuldades, onde um esbarra muito no outro justamente por tamanha semelhança, e isso causa diversos dissabores e até o fim da relação.

Realmente não é possível dizer exatamente o que funciona para se ter um relacionamento muito bom e transpor o tempo com emoções boas e que mantenham o casal unido em emoções positivas, amor e afeto.

Não é possível termos uma fórmula mágica que funciona muito bem com as pessoas ou com determinados casais. Então fica a pergunta: quais comportamentos atraem mais e dão certo em termos de uma boa parceria?

A resposta é simples: cada casal constrói o seu universo. Até porque, coisas que funcionam perfeitamente com alguns casais será um desastre em outros…

Mas é possível saber alguns comportamentos nocivos entre as pessoas que estragam e minam qualquer tipo de relacionamento.

São eles:

1 – Críticas: críticas constantes que só depreciam o parceiro(a) desgastam muito qualquer relacionamento. É muito chato para quem recebe o tempo todo.

2 – Desrespeito: Alguns momentos é possível desentendimento entre os casais, mas é inadmissível um rebaixar o outro ou desrespeitar.

3 – Silenciar: Deixar de dialogar, não expor opinião sobre determinado assunto. Concordar para não estender o assunto. Saber que existe algo errado na relação, mas não querer conversar sobre isso, fugir, silenciar.

4 – Competição: Ficar medindo quem é o melhor, quem consegue atingir uma pontuação de ganhos, etc. Em uma relação saudável, os parceiros cooperam e cada um contribui com o outro para o melhor para ambos. Pessoas maduras entendem que quando um ganha, a relação ganha, ambos saem ganhando, ao contrário também.

5 – Provocações: demasiadas brincadeiras de provocações com o parceiro não são saudáveis. Fazer determinadas provocações com parceiro na frente de outras pessoas pode diminuí-lo ou envergonhá-lo. Se o seu parceiro pediu para você parar com as “brincadeirinhas”, pare! Para ele não está sendo brincadeira, está sendo uma agressão.

6 – Tratar seu parceiro como já “conquistado”: Isso é um enorme desastre. Parece que quando se está em um relacionamento já se pode parar de investir na relação, já o conquistou, porém a escolha de estar ao lado do outro é diária, o investimento e o cuidado precisa ser diário, como a atenção e o carinho. Quando se tem esta sensação de estar conquistado, a pessoa parece pensar que tem garantia total, mas não se tem. É preciso cuidado, atenção, interesse.

7 – Ciúmes: É possível um parceiro em algum momento estar mais inseguro e o ciúme surgir e se faz fundamental conversar. Mas o problema está quando quem sente o ciúme começa a responsabilizar o outro e cobrar mudanças de comportamento por conta daquilo que está sentindo, isso mina a relação. Muitas vezes se transforma numa bola de neve e acaba com qualquer relacionamento. Não se pode responsabilizar o parceiro por como você está se sentindo. O melhor é se dar conta disso e correr para uma terapia.

8 – Só você investir na relação: Ambos necessitam cuidar da relação, ter um espaço no fim de semana, ou em um dia criado para o casal para fazer algo para o parceiro, para agradar o outro. Mas quando só um busca, investe e o outro não liga, não busca também agradar, se importar. Isto uma hora cansa e leva a um enorme desgaste.

É preciso cuidar de quem ama, cuidar da relação, ter amadurecimento para vivenciar momentos difíceis. Todo casal passa por estes momentos.

É preciso olhar para o outro para entender as necessidades dele. É preciso olhar para você e ver suas necessidades, não se perder no outro.

Não existe esta coisa de um ser metade da laranja e o outro a outra metade, cada um é um indivíduo, e necessita ser o mais inteiro possível, é importante saber também que suas necessidades não vão ser a do parceiro e vice-versa.

É preciso se respeitar e respeitar o parceiro e encontrar pontos convergentes entre ambos sem um sufocar o outro. o amor é construído com liberdade, com delicadeza. E quanto mais tem compreensão e livre expressão ele cresce.

Escolher amar, estar junto trilhando caminhos, não significa aprisionar, limitar, ninguém é dono de ninguém. O amor liberta! Não faz ninguém ser propriedade de ninguém.

E por mais difícil que seja para quem ama, o amor não oferece garantias, por mais que se ame alguém, um dia pode-se deixar de amar, o sentimento pode acabar. Ninguém pode garantir amor eterno.

Antes de amar, cresça no amor, cresça no seu ser. Não exija de ninguém algo que você pode não conseguir dar.

Não brinque com os sentimentos dos outros, como não gostaria que brincassem com os seus. Respeite, seja o mais verdadeiro que puder, em qualquer condição.

*Foto de Hannah Olinger no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 19 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.