Notícias como essas confirmam que os gorilas demonstram ter sentimentos de amor, medo, dor, como nós humanos, e Calaya, uma gorila de planície ocidental, aparece para encorajar as pesquisas de cientistas que ainda buscam conexões para comprovar essa afirmativa.

O parto de Calaya foi filmado e acompanhado por pesquisadores que foram surpreendidos pela sua atitude instintiva e emocional assim que seu filhote nasceu, um macho chamado Moke, no Smithsonian National Zoo, em Washington, DC.

Assim que Calaya recebe Moke em seus braços, ela o beija com um amor evidente e fraterno, não deixando margem para dúvidas quanto ao amor que sente pelo filho, demonstrando que esses animais possuem sentimentos nobres como o amor.

Outro evento atípico foi relatado pela bióloga Elizabeth Webb, certa vez para o portal Globo! Ela contou que presenciou a morte por velhice de uma fêmea de gorila chamada Ilana Boone, aos 27 anos. No mesmo dia, Bridger, o antigo e fiel companheiro de Ilana, deitou-se ao lado do corpo dela e sem explicação plausível morreu. A causa da morte de Bridger não foi detectada em exames de laboratório, o que nos leva a pensar que ele possa ter morrido de tristeza, e um grupo de gorilas rodeou os corpos e permaneceu ali durante dois dias, como se estivessem todos em vigília.

Assista ao vídeo da Gorila beijando seu filhote ao nascer e se emocione:

Moke é o primeiro gorila a nascer em 9 anos. São animais que estão em perigo de extinção. Existem apenas 100.000 espalhados nas planícies ocidentais, pois são alvos constantes da maldade dos seres humanos.

Outro evento atípico foi relatado pela bióloga Elizabeth Webb, certa vez para o portal Globo! Ela contou que presenciou a morte por velhice de uma fêmea de gorila chamada Ilana Boone, aos 27 anos. No mesmo dia, Bridger, o antigo e fiel companheiro de Ilana, deitou-se ao lado do corpo dela e sem explicação plausível morreu. A causa da morte de Bridger não foi detectada em exames de laboratório, o que nos leva a pensar que ele possa ter morrido de tristeza, e um grupo de gorilas rodeou os corpos e permaneceu ali durante dois dias, como se estivessem todos em vigília.

Com informações e imagem da BBC e Globo.com

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!