Amores quadrados não me descem. Sorrisos forjados… Amizades convenientes. Não fico mesmo, de jeito nenhum, ao lado de quem não me AMA.

“Sou uma eterna inconformada”, digo para mim a ponto de me convencer. Nunca estou satisfeita com nada… Vivo à procura do que eu nem sei. De uma sensação perdida… É uma saudade do que nem aconteceu…uma ânsia louca pela Vida.

Vou, sabendo que vou quebrar a cara. Mas, não deixo de ir.

Mudo, me mexo e não consigo me acomodar em situações incômodas como cactos ouriçados.

Amores quadrados não me descem.

Sorrisos forjados; amizades convenientes. Não fico mesmo, de jeito nenhum, ao lado de quem não me AMA.

O amor sempre foi a minha bússola.

Eu amo a Vida, acima de tudo.

Quando me perguntam se prefiro praia, neve ou montanha, eu respondo que tanto faz. Não é que tanto faça de indiferença, é tanto faz porque eu amo praia! Neve! Montanha!

Eu amo v-i-v-e-r. E não abro mão disso por um emprego qualquer.

Não deixo mais me roubarem meu Tempo neste mundo.

Não vendo minha felicidade por salário nenhum…

“Você precisa parar quieta” me dizem.

Mas, olha o tamanho da Terra! Isso é um sacrilégio contra a Vida. É anti-natural.

Eu paro quieta, enquanto está bom. Enquanto estou feliz. Enquanto tenho verdadeiro prazer em dormir e acordar no exato lugar.

Mas eu acredito que a vida seja muito mais do que seguir a cartilha, esquecer de VIVER, como se fosse um privilégio para poucos, me aposentar, acreditar que o amor não é mais pra mim e então esperar a morte chegar.

Isso nunca me entrou na cabeça.

Sou um ser passional; VIVO. Impulsivo!

Ingênua, até…

Boba. Meio infantil…

Mas não abro mão de exercer meu direito de EXISTIR.

Por isso me debato tanto, luto pelo que eu acredito, compro briga que não é minha, arrisco.

Porque o suposto “fracasso” não me incomoda muito.

Convivo bem quando meus planos não saem como o planejado. Mas, o que eu não consigo, de jeito nenhum, é conviver com o “E se” de não ter feito nada, com a certeza da infelicidade dos acomodados. Sentada no meu sofá, rezando para alguma coisa mudar e morrendo de medo da mudança.

Eu acho que eu mereço mais. rsrs. Por isso me dou o benefício da tentativa. Porque eu não me conformo só em estar no mundo, respirando com o piloto automático ligado;

Eu faço questão de EXISTIR.

Pedra que não rola cria limo. Lembre-se disso. Role!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Bruna Stamato
"Mãe, mulher, geminiana, maluca e uma eterna sonhadora!"