Amigos aumentam de 70 para 750 marmitas e combatem a fome nas ruas

Em uma semana, um grupo de Fortaleza conseguiu aumentar de 70 para 750 o número de marmitas diárias servidas a pessoas que passam fome nas ruas da capital cearense. O número tem aumentado devido a quarentena e o isolamento.

A Casa da Caridade começou o trabalho timidamente na última terça, 7, oferecendo 70 quentinhas no almoço e outras 70 no jantar. Mas eles perceberam que havia muito mais gente para alimentar e começaram a se movimentar para conseguir mais alimentos. A boa ação chamou atenção, tocou corações e as doações começaram a chegar.

“Hoje, completando uma semana de ação, ficamos muito felizes em dizer que foram distribuídas 3.439 refeições e aproximadamente 2.000 garrafas com água para nossos irmãos, junto de muito afeto, carinho e esperança que transmitimos durante essas entregas”, comemorou nesta segunda, 6, a página da CasaDaCaridade no Instagram.

“Agora, mais de 100 pessoas participam da ação, desde a captação e produção dos alimentos até a distribuição, que é feita em dois turnos (almoço e jantar) em três regiões da cidade”, disse em entrevista ao SóNotíciaBoa Erika Paiva, coordenadora geral da Casa da Caridade.

O menu é variado. Tem dia que eles servem arroz, feijão, farofa e steak, em outros macarronada com feijão e steak, ou sopa de legumes… mais garrafas com água. (Fotos abaixo)

A ideia

Tudo começou há 10 dias durante uma conversa entre amigos sobre o isolamento social.

Eles compararam a vida deles com a das pessoas em situação de rua, que além de não terem onde morar, perderam a chance de pedir alimentos com comércio, bares, restaurantes, escolas e universidades fechados.

“Nós temos onde nos abrigar, temos comida para passar essa quarentena, temos cama e roupa limpa. Como deve estar sendo a vida dos irmãos em situação de rua nesses dias onde lojas e restaurantes estão fechados e as ruas estão vazias?”, questionaram.

E eles resolveram se unir para agir.

“Decidimos iniciar uma campanha para arrecadar alimentos, produzir refeições e distribuir para as pessoas em situação de rua”.

Assim eles conseguiram os primeiros alimentos e também quem preparasse as quentinhas.

Quem prepara

“Os assistidos do @nossolarfranciscodeassis – mantido pela Casa da Caridade – cuidam com muito carinho de todos os preparos juntamente com voluntários, que distribuem as quentinhas em pontos da Cidade dos Funcionários, Serrinha, Parangaba e Maraponga”.

Se por um lado o grupo ficou feliz por ajudar a matar a fome, por outro, os amigos saíram de lá com o coração partido, porque viram que precisavam de muito mais alimentos para ajudar a todos.

“A realidade que encontramos na rua de pessoas com fome foi muito grande”, diz Erika.

Incentivo

E a cena de tristeza serviu de incentivo para o grupo correr atrás de novas doações e aumentar a oferta de quentinhas.

Deu certo.

“Em apenas uma semana de ações nas ruas, mais de 3 mil refeições foram oferecidas… Enquanto estivermos vivendo essa problemática, vamos nos manter firmes na missão de levar alimento para esses irmãos”, afirmou Erika.

Ajuda

Os amigos da Casa da Caridade pedem novas doações para continuar alimentando os moradores em situação de rua de Fortaleza.

“Hoje estamos conseguindo distribuir 750 refeições diariamente, e contamos com a sua ajuda, pois junto somos mais fortes!

Os voluntários estão arrecadando alimentos e valores em dinheiro para a produção das refeições.

Para ajudar, ligue para Marina Lobo, que também coordena o grupo, no número: 85-98721.8484.

* Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa
*Foto: Instagram Casa de Caridade

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Seu Amigo Guru
Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!