Certas coisas são tão simples que é justamente a simplicidade que nossas mentes humanas têm tanta dificuldade em assimilar.

Desde pequenos ouvimos que a vida é dura, que sem esforço nada acontece, que a vida real é sofrida exceto para quem nasce com SORTE.

Tudo nos leva a acreditar piamente que a complexidade e a dificuldade são os caminhos naturais da existência.

E quando algo flui facilmente estranhamos e encaramos como um episódio isolado, um MILAGRE ou um golpe da SORTE.

Sim, amar é correr mesmo um risco tremendo. Mas, não se permitir amar é GARANTIA de sofrimento.

A gente tem mesmo uma enorme tendência a problematizar e dramatizar, e quanto mais simples a solução se apresenta, mais o nosso SANTO desconfia.

É preciso quebrar esse padrão de pensamento e treinar nossas mentes para enxergarem a simplicidade da vida. Que, por mais contraditório que pareça é uma das coisas mais difíceis de fazer.

Mas, nós somos assim mesmo…contraditórios, curiosos, subversivos, dúbios; o Yin e o Yang.

Trazemos o CÉU e o INFERNO dentro de nós; nossa natureza é altamente mutável e adaptável.

Nós, seres humanos, somos fascinantes!

O que nos falta é treino.

O Amor, por exemplo…

Qual é a dificuldade em sentir algo tão lindo por alguém e expressar isso?

Por que tanto pavor de algo tão divino?!

Medo de se machucar?

É…amar é correr mesmo um risco tremendo.

Mas, não se permitir amar é GARANTIA de sofrimento.

Corações foram feitos para guardar só coisas boas!

O resto não passa de invenção da cabeça!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Bruna Stamato
"Mãe, mulher, geminiana, maluca e uma eterna sonhadora!"