“Algumas pessoas só melhoram de vida quando se separam” Iara Fonseca

Para ilustrar essa frase que gera muita controvérsia, eu separei 5 bons motivos para você se libertar de um relacionamento que te limita e se jogar no mundão.

Reconstruir a própria vida não é considerada uma tarefa positiva ou indolor. Para muitas pessoas, se separar é o mesmo que fracassar, mas eu vou te dar algumas razões para pensar diferente.

Minha experiência pessoal com o divórcio me ensinou como mudar minha perspectiva e o meu foco para o que existe de bom na minha vida. Posso listar vários resultados positivos que tive depois do meu divórcio. Um deles foi voltar a ser quem eu sempre gostei de ser e não pudia por conta das críticas e das exigências que o meu ex fazia. Também avancei consideravelmente na minha profissão e deslanchei no desenvolvimento dos meus talentos. Só esses motivos já estariam de bom tamanho, mas vou te dar mais 5:

1- Começar a terapia

A maioria das pessoas que conheço fica intimidada com a ideia de terapia. Até eu tinha reservas procurar um terapeuta. Eu simplesmente não queria falar sobre meus problemas. Passar pelo divórcio foi tão pesado que não tive escolha a não ser procurar ajuda. Um amigo meu me indicou uma vivencia e eu dei o punta pé inicial para um processo de autoconhecimento que fez toda a diferença em minha vida. A cada sessão, comecei a me sentir melhor.

Conversar com um profissional me forneceu ferramentas para que eu pudesse me fortalecer e voltar a amar a minha vida. Um benefício adicional foi perceber que minhas sessões estavam me ajudando a me tornar uma pessoa melhor.

2 – Reconhecer seus pontos fortes

Depois de terminar um relacionamento de longo prazo, as pressões de ficar sozinho podem ser assustadoras. Aceitei que preferiria um relacionamento a viver um estilo de vida solteiro. Mas eu descobri que eu não gostava da minha companhia, por isso, preferia ficar ao lado de uma pessoa que não me oferecia o amor que eu precisava. Mas me surpreendi com o que consegui superar e realizar sozinha quando passei a focar nos meus pontos fortes.

Percebi que enquanto estava casada, perdi o meu senso de independência. Em pouco tempo, fui me desafiando e realizei coisas que nunca teria tentado antes. Estou mais confiante e sei que sou mais resiliente agora.

3 – Menos estresse e mais paz em sua vida

Os relacionamentos podem ser belos, gratificantes e benéficos, mas nem sempre são. Infelizmente, podemos ficar presos em um relacionamento que nos sobrecarrega com muita tensão e ansiedade.

O estresse crônico pode ter muitos efeitos prejudiciais em nosso bem-estar físico e mental. Questões como ansiedade e depressão podem começar a se desenvolver e aumentar os níveis de estresse. Mas o estresse a longo prazo pode levar a muitos impactos negativos em nossa saúde.

Muitas pessoas quando se separam sentem como se o estresse tivresse sido tirado com a mão. Eu mesma, me sentia leve e pronta para viver a vida que eu sempre quis.

4 – Descobrindo o que te faz feliz

Relacionamentos infelizes podem nos levar a deixar em evidência a pior versão de nós mesmos. Se a relação é abusiva, tentamos moldar a nossa personalidade para se adequar a vontade do parceiro e essa atitude nos leva a um cenário devastador.

Quando um relacionamento termina, podemos explorar quem somos em um nível mais profundo. É o momento perfeito para experimentar novos hobbies e redescobrir a nossa individualidade. Você começa a perceber o que, de fato te faz feliz, e sem ninguém para dizer que você pode ou não pode fazer.

Pessoas que se separam e se abrem para conhecer coisas novas, percebem logo que fizeram a escolha certa.

5 – Fazer mudanças positivas

Quando a gente se separa é comum sentir pena da gente mesmo, isso se a gente não tiver amor-próprio.

Às vezes, a questão é que a gente não sabe como seguir em frente. Nesse momento, onde me vi sozinha, pude olhar com sinceridade para a minha realidade e propor mudanças positivas, o que foi, maravilhoso.

Antes do processo de divórcio começar, eu aceitava a forma como o meu marido queria que as coisas fossem, e quando eu tentava mudar, era uma briga após a outra.

Percebo agora que estpu sempre buiscando desenvolver metas para mim mesmo ou buscando o crescimento pessoal. O primeiro passo foi estabelecer uma ideia de quem eu queria ser e me realinhar até me tornar essa pessoa.

O problema de muitas pessoas que se separam é ficar remoendo o passado. Quanto mais você ficar alimentando a mágoa e a revolta do que poderia ter sido, mais infeliz você vai se sentir. Um conselho que eu levo para a minha vida é que “é pra frente que se anda e que se olha, se você não quer tropeçar novamente”.

E imaginem o que aconteceu depois? Eu conheci uma pessoa maravilhosa, e hoje, estamos juntos há mais de 8 anos, em uma relação onde os dois somam e multiplicam, onde não há necessidade de tolher, humilhar, ou ofender um ao outro. ISSO ACONTECEU PORQUE, HOJE EU SOU INTEIRA E NÃO MAIS UMA METADE PROCURANDO OUTRA QUE POSSA ME COMPLETAR.

Quando o conheci, eu já me sentia completa, ele apenas agregou valor ao meu processo de independêndencia emocional.
E eu só tenho a agradecer. Algumas pessoas, quando se separam, melhoram suas vidas, completamente. Esse foi o meu caso. Me conta como foi o seu!

Pessoas se separam, mas a vida continua.

*DA REDAÇÃO SAG.









Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.