Alegria não é um dia de sol é aprender a superar tempestades.

Mais do que comemorar, alegria é ter resiliência de ficar em paz.

O correr da vida é como o clima da natureza: Um dia tem sol e você se sente livre. Quer sair, encher-se de alegria! Entretanto, no dia seguinte vem o temporal e tudo fica sem sentido. É quando você prefere se esconder em casa e encontrar proteção.

Também há dias nublados, sem graça, que desanimam. Ou aqueles com chuvinhas finas e constantes que acabam com seu humor. Por outro lado, devemos ser gratos pelas chuvas de verão com seu cheiro bom de terra molhada e seu frescor que nos preenche com a esperança de que as coisas boas acontecem na hora certa.

Mas e as tempestades? Ah! As tempestades… Algumas são passageiras, outras são mais pesadas.

Elas podem pegá-lo desprevenido ou não, mas sempre vêm com força.

Com certeza, não há quem não conheça nenhuma, nem outra, mas existem aqueles que conhecem todas.

Às vezes, elas apenas ameaçam cair e se vão, porém, algumas fazem você acreditar que o mundo virá a baixo. Vem o medo, quando não o desespero. Mas faz parte do ciclo da vida. O importante é que você enfrente mesmo com medo. Então, entenderá o valor da coragem.

Tem quem consiga proteção, tem quem não. Que você tenha alguém que o proteja das tormentas do coração.
Existem duas coisas muito importantes sobre as tempestades: elas invariavelmente trazem e levam algo.

Isto é, elas podem derrubar casas ou salvar safras da seca, mas sempre transformam alguma coisa deixando o aprendizado.

A outra coisa é que, por mais aterrorizadora que possam ser, elas sempre passam. Tudo que se tem de fazer é jamais esquecer disso, pois ajudará você a resistir.

Certamente, as tempestades são inevitáveis, não temos como lutar contra o seguir da natureza.

Aceitar a instabilidade do tempo e se preparar para as vulnerabilidades da vida é o que de mais sensato podemos fazer.

Porque é preciso resistir aos vendavais no caminho. Afinal, por mais coisas que a tempestade derrube, por mais inundações que cause, por mais forte que seja o vento que a acompanha, ela vai embora e você tem de ficar.

Tenha em mente que é a gana que você tem para enfrentá-las que define o tipo de vida que terá. E, sim, você é muito mais forte do que imagina. Já sobreviveu a tantos outros momentos difíceis e está aí firme e forte.

Com certeza, não será diferente, agora. É mais uma que irá vencer.

Tenha fé. O sol sempre volta para aquecer o seu coração e iluminar a sua vida com alegria.

Inevitavelmente, você ainda irá se deparar com a dor e a solidão de outros temporais. É a natureza da vida. Mas sua principal missão é manter-se vivo para tirar o aprendizado que o Universo lhe enviou, sem jamais perder a alegria.

E continuar seguindo o ciclo da vida, pois após uma tempestade vem o arco-íris. Depois de um arco-íris uma nova tempestade não tarda a chegar.

O belo da vida é que entre uma e outra, sempre haverá tempo para ser feliz.

*DA REDAÇÃO SAG. Texto Luciano Cazz. Foto de Mike Austin no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."