Acúmulo emocional: Aquela sensação de que, uma hora, vamos explodir!

Vivemos em sociedades que giram muito rápido, então às vezes nossa própria velocidade nos confunde. Correndo de um lugar para outro, de um compromisso para outro, mal temos tempo para estarmos com nós mesmos.

Como resultado, não é surpreendente que as emoções acabem se acumulando até finalmente explodirem.

Quando nos desconectamos de nós mesmos e não expressamos de forma assertiva o que nos preocupa ou angustiamos, podemos sofrer um autêntico acúmulo emocional que acaba afetando nossa saúde e colocando em xeque nosso equilíbrio psicológico.

De vez em quando, precisamos olhar para dentro e realizar práticas de descompressão emocional que nos permitam liberar a tensão e aliviar o peso que carregamos.


Como aplicar a técnica de bombeamento para liberar suas emoções?

O objetivo principal da técnica de bombeamento é livrar-se das emoções desagradáveis ​​que atrapalham seu equilíbrio psicológico, gerando, em vez disso, um estado de calma interior e serenidade que o ajuda a enfrentar melhor os desafios do dia a dia.

Para aplicar esta técnica, você deve primeiro fazer uma associação livre.

Feche os olhos e concentre-se no assunto que o preocupa, o que o magoa ou do que deseja se livrar.

Deixe sua mente livre, deixe-a fluir descontroladamente, aceitando tudo o que surgir, qualquer emoção, pensamento ou memória.

A ideia é que você faça associações livres, de preferência procurando analogias e imagens. Isso o ajudará a pensar sobre essas emoções usando a expressão ” é como se … “.

Depois de alguns minutos, quando achar que tem material suficiente para continuar, abra os olhos.

Na segunda fase, você terá que analisar e explicar as incompatibilidades usando o material encontrado. O objetivo neste ponto é entender por que você pensa e se sente assim. Por que essas imagens vêm à mente?

Essas respostas o ajudarão a encontrar as possíveis causas e explicações para o seu desconforto e a reconstruir o quadro mais completo possível do problema. Isso o ajudará a se considerar um psicólogo, o que você diria a si mesmo?

Na terceira fase, você deve fazer uma compressão extrema da carga cognitivo-emocional. Em outras palavras, reúna todas as ideias, imagens, padrões e emoções negativas que deseja modificar, como se fossem um pacote, enquanto respira fundo, cerrando os punhos e subindo visualmente ao topo de uma alta montanha.

Apenas certifique-se de manter toda aquela carga emocional ativa, enquanto segura o ar e contrai a barriga, com o peito erguido.

Em seguida, o objetivo é extinguir, eliminar ou explodir todo aquele conjunto de memórias, ideias, imagens, padrões e emoções negativas que você gerou anteriormente e que deseja mudar.

Imagine então que o pacote que você está carregando explode, como uma bomba ou um vulcão.

Na quarta fase, tente apenas relaxar. Visualize-se descendo a montanha com calma até chegar a um lugar relaxante.

Pode ser uma praia, caso em que recria o suave movimento das ondas, o cheiro do salitre do mar, a carícia do sol na pele e a radiante luz azul do céu que o rodeia.

Outra alternativa é um rio refrescante ou um prado verde relaxante. O importante é que você sinta como se funde com a natureza enquanto relaxa.

Vale esclarecer que, se você arrastou certas emoções negativas por muito tempo, como ódio e ressentimento, provavelmente terá que repetir essa técnica de descompressão emocional várias vezes, até se livrar desses estados afetivos e poder realmente preencher com tranquilidade, força e/ou segurança.

Se você nunca praticou a visualização, também é provável que tenha mais dificuldade em imaginar os diferentes cenários. Você só precisa ganhar prática com um pouco de paciência.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações RT. Fonte:Hernández, P. (2002) Os Moldes da Mente: Além da inteligência emocional. La Laguna: Publicações Tafor.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!