Gosto de levantar bem cedo pra tentar sentir o tempo atravessando a alma. Paro, sento e procuro um silêncio, o silêncio do mundo e tento entender as modificações que a vida traz.

Muitas vezes, eu escuto uma voz dizendo que a estrada certa é essa mesmo e que eu não peguei o caminho errado.

– A estrada certa é essa mesmo.

– Continue e mantenha fé.

– Avante.

Diz ela.

A voz.

Por dentro sei que muitos estamos mais diferentes do que por fora. Esse tempo que estamos passando teve o poder de transformar.

A paciência, paz e calma estão bem maiores, quase iguais ao número de cabelos brancos que ganhamos tão rápido nesse ano.

Aproveite os dias em silêncio e faça contato com a terra. Saia para procurar o sol quando algum teto te impedir. Saia para ver a lua de vez em quando, receba a luz das estrelas. Perceba a luz e a proximidade das coisas de Deus.

Um café, o aconchego de uma varanda e uma música baixinha tocando no rádio, te fazem um bem maior que a agitação das ruas. Compreenda essa simplicidade moldando os dias.

Fomos abrigados a parar, então aproveite e reflita sobre isso.

O que é mais importante continua por perto. Ao alcance dos olhos, das mãos ou dos ouvidos.

A vida passou a ter menos necessidade e menos pressa para ser exposta.

A vida passou a ter menos vaidade de ser exibida. São tempos de isolamento, mas o isolamento trouxe transformações. Se encante por essa nova pessoa que está surgindo, nada ligado a imagem.

Apenas se surpreendendo pela verdade que o momento resolveu deixar à mostra.

É o tempo à bater na porta, trazendo coisas boas e levando tantas outras que já não importavam mais.

Se você está vivo apenas se sinta feliz.

Se você ainda tem os que ama, apenas se sinta abençoado.

Reconheça que a eternidade momentânea de cada instante é como um presente recebido.

É exatamente isso.

Dia após dia.

É a magia de ver toda uma vida e perceber que apesar dos atropelos e de todos os defeitos do mundo, que ainda teremos muitas histórias boas pra contar.

Deixe o tempo apenas passar, simples assim, doce, leve e devagar.

Avante!

Fique com a oração maravilhosa do Insta @santaigrejacatolica:

View this post on Instagram

🙏🏻 "Senhor Jesus Cristo, no silêncio desta manhã, venho ao Vosso encontro e, com humildade e confiança, peço-Vos a Vossa paz, a Vossa sabedoria, a Vossa força. Fazei com que eu hoje veja o mundo com olhos cheios de amor. Fazei com que eu compreenda que toda a glória da Igreja brota da Vossa Cruz, a sua fonte.  Fazei com que eu receba o meu próximo como aquele que Vós quereis amar através de mim. Dai-me a disponibilidade para o servir com dedicação e descobrir tudo de bom que colocastes dentro dele. As minhas palavras deverão irradiar mansidão e todo o meu comportamento deverá promover a paz.  No meu espírito deverá apenas permanecer o pensamento de difundir bênçãos.  Tapai os meus ouvidos perante palavras maldizentes e críticas maliciosas. Que a minha língua sirva apenas para elevar o que é bom. Acima de tudo, ó Senhor, fazei com que eu seja tão bem-disposto e tenha tanta boa vontade que todos com quem me encontre sintam a Vossa presença e o Vosso amor. Revesti-me com o brilho da Vossa bondade e beleza, para que eu Vos revele ao longo deste dia.  Amém! • + “Pelo sinal da Santa Cruz, Livrai-nos Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!” + • (Texto: Santa Miriam de Jesus Crucificado, carmelita Palestina | Imagem: Convento e Santuário de Nossa Senhora da Penha)

A post shared by Santa Igreja Católica (@santaigrejacatolica) on

Imagem de capa @santaigrejacatolica

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Cleonio Dourado
Escrever é uma fuga que sempre uso. Não tenho temas. Não tenho destinos. Alguns devaneios e desatinos, quem sabe. Solto as palavras ao vento. Viajo ao vê-las viajando pelo ar. Recolho as que voltam nos relentos das manhãs e me lavo em seus afagos. Eu me aguo, renasço. Palavras me acariciam a alma, despertam-me sentimentos, paz, calma. Leio, releio, rascunho e escrevo. Faço dos textos da minha lida, as estrelinhas da minha vida