Acho tão chato quando você faz algo que desagrada alguém e a pessoa não fala nada, depois vem uma terceira pessoa dizer que ela estava falando mal de você exatamente por causa daquilo que você fez e nem se deu conta.

Às vezes, você nem percebe mesmo, porque para você é algo normal e que não lhe incomodaria.

Outras vezes, a pessoa entendeu errado ou, ainda, você desconfia e pergunta se desagradou, mas a pessoa responde que não, chega até a dizer… imagina, porém, é só você virar as costas para ela começar a descascar você inteiro, reclamando daquilo que você não faz a mínima ideia que a deixou chateada.

Poxa, fala.

Na lata mesmo.

É muito melhor falar com verdade, respeito e tranquilidade do que fingir que está tudo bem e depois reclamar pelas costas.

É feio. Fere o caráter e não resolve nada.

Aliás, fale tudo, mas com amor e sem rancor.

Se coloque sempre que necessário, sempre que ferir os seus sentimentos ou se sentir desrespeitado, mas com educação e sem grosseria.

Isso torna o mundo mais funcional.

Porque quando alguém deixa a turma toda sabendo que você fez algo para ele, enquanto você não tem a mínima ideia, me pergunto se este ser contraditório está realmente incomodado, ou só arranjou um pretexto para detonar você, tentando distorcer, de forma negativa, a imagem que os outros têm da sua pessoa e até mesmo se sentir melhor com ele mesmo.

Não tem lógica falar para os outros, não vai resolver nada.

Fale direto para quem interessa e para mais ninguém. Isso é maturidade e elegância.

Entretanto, se não tem coragem de falar na cara, fica quietinha(o).

Porque quando faz fofoca, o pobre de espirito da história não é o outro, mas você mesmo.

*Foto de Taylor no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."