Abençoados sejam esses afetos que chegam e iluminam, que sorriem mostrando que ainda dá pra perceber a vida nas entrelinhas, nas partes do tempo, no jeito quase familiar de se reconhecer sem entender por quê.

Abençoados sejam esses dons divinos, que nos levam a essa busca pela paz, por esse sentimento que não desiste de estar em algum canto aconchegante que nos instiga a encher de esperança a alma.

Abençoados sejam os que respeitam tudo e todos, pois o respeito traz cuidado, traz alegria e simplicidade dando a dimensão do que é bom, raro e autêntico.

Abençoada seja essa vontade de prosseguir acreditando que além de mim, há algo além do que não vejo, mas sinto com o coração agradecido por cada amanhecer.

Abençoada seja a missão que recebi, os sonhos que me fazem viajar, os pés que me colocam onde devo estar.

Abençoada seja essa fortaleza de luz que me ilumina, a força de vontade que me ergue, e o desejo de me realizar internamente como alguém menos devedora e mais conciliadora.

Abençoado seja esse caminhar que me empurra pra frente sem me deixar pra trás.

Com tantas bençãos que recebo diariamente, aprendi a não esquecer mais de mim, a me amar e a me abençoar para que cada vez mais, mais bençãos se aproximem de mim.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Sil Guidorizzi
Sou Paulista, descendente de Italianos. Libriana. Escritora. Cantora. Debruço-me sobre as palavras. Elas causam um efeito devastador em mim. Trazem-me â tona. Fazem-me enxergar a vida por outro prisma. Meu primeiro Livro foi lançado em Fevereiro de 2016. Amor Essência e Seus Encontros pela Editora Penalux. O prefácio foi escrito pelo Poeta e Jornalista Fernando Coelho. A orelha escrita pelo Poeta e jornalista Ivan de Almeida. O básico do viver está no simples que habita em mim.