Escolha um trabalho que te realize e te faça sentir bem durante a semana e você não precisá esperar o fim de semana para ser feliz!

Escolha uma ocupação profissional que te faça sentir realizado a ponto de poder ver valor no que você produz diariamente!

Escolha um ofício onde o serviço que você presta é tão gratificante que as segundas-feiras nunca serão levadas arrastadas, pelo contrário, serão dias que trarão novas oportunidades de fazer coisas ainda melhores e muito mais importantes para você e para toda a humanidade!

Escolha realizar uma função que te motive, que te inspire, que te projete a diante!

Que te faça crescer como ser humano e não só como profissional!

Que te leve por caminhos conhecidos, porém te encoraje a desbravar rotas desconhecidas na intenção de conquistar novos territórios e realizar ações ainda mais gratificantes!

Não se martirize e escravize em funções que te ofereçam apenas um salário no fim do mês!

Que te force a realizar tarefas nada estimulantes!

Que te coloque em posição desfavorável, ingrata, e que te faça sentir desvalorizado!

Não tolere assédio moral, exploração e desrespeito de chefe algum! Mesmo que você tenha muitos filhos para criar e muitas contas para pagar! Se os tiver, aí que deve se empenhar para realizar uma atividade que além de contribuir para a quitação das suas dívidas, te motive a ser alguém melhor, para chegar em casa com o maior orgulho, e dar a melhor educação para eles!

Para se viver precisamos assumir e cumprir os compromissos e as responsabilidades que temos, mas uma vida feliz não pode ser movida a boletos e preocupações futuras!

Ela precisa ser vivida no presente com entusiasmo e alegria, porque se não vivenciamos um dia feliz hoje, tenderemos a continuar enxergando tudo meio nublado amanhã!

Feliz é aquele que consegue sentir pequenas alegrias diárias e se realizar na simplicidade do papel que exerce diante da vida!

Não importa qual profissão escolhemos, ou qual fomos obrigados a exercer por pura necessidade! O que importa é o que fazemos das oportunidades que a vida nos oferece assim que abrimos os olhos todas as manhãs!

Um sorriso que queixamos de oferecer a alguém pode ser a oportunidade perdida!

Se o emprego não te faz feliz, se pensou que ficaria apenas uns meses nele para ajeitar as coisas e já se passaram mais de 8 anos, se o seu sonho ficou lá atrás, abandonado e esquecido, com certeza deve ser assim que você vem se sentindo! Abandonado e esquecido!

Arregace as mangas! Trabalhe feliz e agradecido pelo emprego que você possui hoje, mesmo que ele não seja o ideal, mas nunca se acomode!

Acorde todas as manhãs e alimente o seu sonho, pouco a pouco ele crescerá dentro de você!

Ninguém consegue sobreviver sem um alimento saudável, o mesmo acontece com os nossos sonhos! Se não os alimentamos, eles acabam morrendo!

Se você se encontra desempregado e está totalmente perdido procurando trabalho em todos os lugares e nada acontece, talvez seja a hora de se dedicar com afinco àquilo que você considera ser apenas um hobby!

Talvez seja a hora de descobrir o que você realmente gosta de fazer na vida e que se sentiria feliz fazendo todos os dias!

Essa felicidade que essa atividade te fará sentir, também trará o dinheiro tão necessário para que você consiga honrar com os seus compromissos e responsabilidades!

Não espere o fim de semana para ser feliz!

Não passe a semana inteira esperando a sexta-feira para poder se alegrar e relaxar!

Relaxe todos os dias depois de fazer aquilo que você mais gosta, e curta o percurso que você está trilhando, a pessoa que está se tornando, porque o que mais importa na vida não é o começo, nem o fim, ou de onde viemos e para onde iremos… é o que estamos fazendo AGORA!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS

COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!