Seu relacionamento está em crise? Aqui você vai encontrar ideias que podem te ajudar a evitar esse naufrágio e reaver o amor entre vocês.

Problemas de relacionamento são muito comuns. Todos os relacionamentos passam por algum tipo de conflito, e são eles que determinam se o vínculo se prolonga ou acaba se dissolvendo.

Salvar um relacionamento em crise pode ser difícil, pois só é possível com o empenho de ambas as partes. Afinal, é impossível que um relacionamento se recupere se apenas uma das partes quiser que isso aconteça.

Antes de mostrar algumas dicas para salvar um relacionamento em crise, lembre-se de que você deve aprender a identificar quando é conveniente dar um passo atrás. Você precisa fazer uma avaliação exaustiva dos prós e contras de continuar com ele, quando não há estabilidade, respeito e projeto de vida em comum, esse deve ser o seu ponto de partida. Só assim haverá garantias que insistir será o melhor para ambos.

Como salvar um relacionamento em crise?

A primeira coisa que você deve ter em mente é que não existe receita mágica para salvar um relacionamento em crise. Cada relacionamento é diferente, então cada um deles tem seu roteiro para evitar o naufrágio.

Mas é verdade que podemos estabelecer certos padrões em comum que mediam a deterioração e os conflitos que surgem no meio do caminho. Antes de desistir, experimente colocar em prática esses passos:

1. Identifique qual é o problema real

Como apontam os especialistas, a concordância do casal em relação aos problemas que fundamentam o vínculo prediz o comprometimento e os resultados positivos da terapia de casal. Quando ambas as partes concordam sobre os motivos que levaram seu relacionamento a um estado de crise, podem estabelecer metas e mudar processos que levem ao fortalecimento do vínculo.

Isso é impossível quando as causas e motivos do conflito diferem entre ambas as partes. Embora deva haver um acordo mútuo, a verdade é que a reflexão deve começar em particular. Ou seja, medite por si mesmo sobre quais são os obstáculos, os problemas, as vicissitudes e as causas que levaram seu relacionamento a entrar em crise. Em seguida, converse com seu parceiro e tente estabelecer objetivamente as causas disso.

Tire um momento de reflexão a sós sobre a relação, o que aconteceu e o que se deseja é essencial.

2. Assuma sua parte de responsabilidade

Duas coisas costumam acontecer em conflitos de casal: um escolhe rejeitar que suas próprias ações são parte do problema (o que leva a acusar o outro) ou assumir completamente que ele é o único responsável pelo conflito. Ambas as atitudes são igualmente erradas, pois a única opção válida é assumir a parcela de responsabilidade que cada um tem. Nem mais nem menos.

Isso requer muitas coisas: maturidade, compromisso com o relacionamento, objetivismo e introspecção sobre o que foi dito ou feito no passado.

Se a responsabilidade por certas ações não for assumida, se elas não forem reconhecidas, então é impossível que as mudanças sejam aplicadas no presente, e que impeçam que o conflito volte a surgir no futuro pelas mesmas razões.

3. Deixe de lado o ciúme patológico

Nem todo conflito começa com ciúme, embora muitos comecem. Evidências indicam que o ciúme patológico é indicativo de insatisfação, e isso pode levar a episódios de crise.

É pertinente distinguir a natureza dos ciúmes, pois nem sempre estão relacionados a algo ruim. Há ciúmes saudáveis, aqueles que são sintoma de apego e apreço pelo outro.

O ciúme saudável tem a ver com a preocupação com o relacionamento e é uma consequência natural do apego. O ciúme patológico faz exatamente o oposto: destrói tanto o relacionamento em si quanto os indivíduos nele . Você não pode salvar um relacionamento em crise sem antes refletir se chegou a esse ponto devido ao ciúme levado ao extremo.

4. Estabelecer autonomia no relacionamento

O compromisso em um relacionamento de casal não implica que tudo o que é feito gire em torno dele. Nem que as relações interpessoais com os outros ou consigo mesmo sejam negligenciadas. Especialistas descobriram que a individualidade de caráter é muito importante para a satisfação conjugal . Isso acontece por muitas coisas, dentre elas destacamos:

– Tenha suas próprias opiniões e ideias.

– Compartilhe o tempo com amigos, familiares e colegas.

– Faça as coisas sozinho.

– Discordar dentro do relacionamento (você não pode e não precisa concordar em tudo).

– Tenha tempo e espaço longe do relacionamento.

Certamente, uma relação de casal é um vínculo entre pelo menos duas pessoas, sem que isso implique que se perca o caráter de individualidade. Quando isso acontece, é mais provável que com o tempo leve à frustração, angústia, tédio e uma necessidade predominante de fugir dele. Crie um espaço e canais para compartilhar consigo mesmo e com as pessoas ao seu redor.

5. Pratique o perdão

Outra dica para salvar um relacionamento em crise é praticar o verdadeiro perdão. Certamente, o perdão é distribuído hoje sem uma verdadeira intenção; algo que inevitavelmente leva ao ressentimento, rancor e animosidade ou inimizade. Como os especialistas apontam, o perdão deve ser orientado para o bem-estar da outra pessoa acima do seu.

Você também deve praticar o autoperdão, isso em relação às coisas que foram ditas ou feitas no passado que afetaram o relacionamento. O perdão leva tempo, então é algo que você deve começar a cultivar no início de sua jornada para salvar um relacionamento fracassado. Requer empatia, alteridade ou consideração e compreensão.

6. Seja aberto e honesto

Outra das principais práticas para salvar um relacionamento desgastado é ser completamente aberto e honesto em relação ao outro e ao próprio relacionamento. É impossível consolidar uma relação sólida e estável com base em mentiras.

Seja honesto sobre suas intenções no relacionamento, suas projeções para o futuro, seus desejos, as mudanças que deseja incorporar e o que não gosta.

A sinceridade juntamente com o compromisso são os fundamentos mais importantes de um relacionamento.

7. Procure ajuda profissional

Você pode aplicar os passos acima sozinho conversando com seu parceiro. No entanto, em muitas ocasiões, um terapeuta profissional pode acelerar o processo e encontrar pontos cegos que deterioram o relacionamento e que nenhum de vocês pensou até agora.

Não se feche em buscar ajuda desse tipo, principalmente se estiver convencido de que deseja construir um projeto de vida com seu parceiro.

Reiteramos que cada relacionamento é diferente e que seus integrantes devem considerar se vale ou não a pena apostar no relacionamento.

Cada caso é particular, pois não é o mesmo salvar um relacionamento em crise devido a episódios de infidelidade, falta de comunicação, violência ou total indiferença. A verdade é que, na maioria dos casos, há salvação.

*DA REDAÇÃO SAG. Com informações LLM, tradução e adaptação equipe Seu Amigo Guru. Photo by Kate Miheyeva on Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO SEU AMIGO GURU?

CONSELHOS INSPIRADORES TODOS OS DIAS PARA UMA VIDA PLENA E FELIZ!

RECOMENDAMOS









Viva simples, sonhe grande, seja grato, dê amor, ria muito!